28/10/16

O Eco Silencioso

A poesia consolou-me na noite, mais que os barbitúricos que me receitaram, e recordo o momento em que finalmente adormeci, recitando, a quem amava, sonetos de Camões.

João Lobo Antunes

1944 - 2016